Sobre

3º ENCONTRO (INTER)NACIONAL DE AUDIODESCRIÇÃO: o audiodescritor e as demandas do mercado de trabalho.

O 3º Encontro (Inter)Nacional de Audiodescrição será realizado de 26 a 29 de abril, no Porto Mídia, localizado no bairro do Recife Antigo, na cidade do Recife (PE). O evento objetiva discutir as diversas funções do audiodescritor no mercado de trabalho e as demandas dos vários setores que envolvem a atuação do audiodescritor, roteirista, narrador ou consultor. Visa também aprofundar a troca de conhecimentos sobre o saber fazer dos profissionais para buscar diminuir os impedimentos que criam barreiras para o exercício da profissão.

Os nossos objetivos são:

  • Apresentar, discutir e analisar questões referentes ao uso da audiodescrição no cinema, na televisão, em espetáculos ao vivo e em exposições;
  • Ampliar a discussão sobre a regulamentação da profissão; sobre o surgimento das associações de audiodescritores estaduais e a Associação Brasileira de Audiodescrição – ABAD;
  • Compreender e debater as formas de produção, de exibição e de transmissão da audiodescrição nos vários setores da cultura;
  • Criar uma rede de contato entre os profissionais presentes para intensificar e facilitar a indicação de serviços.
  • Oportunizar trocas de experiências e saberes entre os profissionais da área da acessibilidade, produtores artísticos e público.

Datas: de 26 a 29 de abril de 2017

Local: Rua do Apolo, 235, Recife Antigo – Porto Digital

Público alvo: Audiodescritores; Estudantes e Profissionais de Comunicação, de Rádio, de Televisão, de Cinema, e de Letras; Produtores Culturais; Representantes dos Ministérios e das Secretarias Estaduais e Municipais de Cultura, de Educação, de Turismo e de outras relacionadas; Produtores e Realizadores do Audiovisual, do Teatro; Exibidores de Salas de Cinemas Públicas ou Privadas; Distribuidores; Profissionais dos Serviços Educativos de Museus; Proprietários e Gestores de Teatros e de Espaços Culturais Públicos ou Privados; Pessoas com Deficiência; Organizações Não Governamentais que atuam em defesa das pessoas com deficiência; Jornalistas; e Representantes de Veículos de Comunicação (TV, Rádio, Jornal, Revista, Meios Digitais); Instituições de Apoio às Pessoas com Deficiência.

simbolofooter